Mundo WhoDat

A casa do torcedor do New Orleans Saints no Brasil!
Dennis Allen está pronto para seu primeiro training camp como treinador do New Orleans Saints

Dennis Allen está pronto para seu primeiro training camp como treinador do New Orleans Saints

Por John DeShazier | Traduzido por Thais May Carvalho

Dennis Allen passou 12 das 16 temporadas anteriores como membro da comissão técnica do New Orleans Saints, e este será o seu primeiro ano como treinador principal da equipe. Na véspera de seu primeiro training camp na nova posição, Allen respondeu algumas perguntas ao jornalista John DeShazier.

P: Qual é o seu nível de entusiasmo ao entrar neste training camp?

Allen: Número um, estou animado com a equipe que temos aqui. Acho que temos alguns jogadores excelentes, temos uma equipe técnica, staff, front office excelentes. É uma grande organização para fazer parte e você sente vontade de estar nela, você sente como, cara, nós temos a chance de realmente fazer algo aqui. E, obviamente, em um nível pessoal, estou empolgado por ser o treinador principal e realmente poder colocar minha própria marca no New Orleans Saints, que tem sido uma das organizações mais bem-sucedidas nos últimos 16 anos.

P: Como você gostaria que um time do Saints do “Dennis Allen” fosse?

Allen: Não muito diferente do que um time do New Orleans Saints já foi. Algumas das marcas que eu quero que esse time tenha é que ele seja um time forte e físico. Eu quero que este time seja um time inteligente que entenda como jogar futebol situacional. E eu quero que essa equipe seja altamente competitiva. E coisas como velocidade, atletismo, esforço, são todas elementos que você verá neste time.

P: Você quer colocar suas próprias marcas em algumas coisas. O que seria um exemplo de um ajuste do Dennis Allen?

Allen: Acho que há algumas coisas em como conduzimos algumas das reuniões de equipe que são um pouco diferentes de como Sean (Payton) fez, mas acho que mais do que qualquer outra coisa, não é realmente sobre… Quer dizer, vai haver algumas mudanças na agenda. Por exemplo, nosso walkthrough (passo a passo) vai acontecer no training camp, é a última coisa que vamos fazer. Então, há apenas algumas mudanças como essa. Mas será mais sobre a minha personalidade. É como eu faço as coisas, é como opero no dia-a-dia, mais do que um monte de coisas concretas que você vai poder olhar e dizer, ‘Isso é totalmente diferente’.

P: Tem havido muita conversa sobre a nova sala de recebedores. Como você se sente sobre isso?

Allen: Eu me sinto muito bem com isso. A saúde será um grande fator, mas temos muitas armas naquela sala. Agora é realmente conseguir essa coesão e colocar na mesma página o quarterback e os recebedores, ajustar o tempo e o ritmo e apenas fazer as repetições no treino. Porque com Mike (Thomas) perdendo muito tempo e Jarvis (Landry) e Chris Olave sendo novos, ainda há muitas coisas que temos que trabalhar.

P: Quão confortável você se sente com Jameis Winston como quarterback? É seu terceiro ano no sistema, sua familiaridade com ele é alta.

Allen: Eu me sinto muito bem com isso. Acho que Jameis trabalhou muito duro para se preparar fisicamente, mentalmente e emocionalmente. Acho que ele fez um ótimo trabalho nisso. Ele teve um ano para se sentar com Drew (Brees). Ele teve, no ano passado, um pouco de batalha no training camp, e meia temporada. E este ano ele está entrando na posição de quarterback titular e acho que ele operou dessa forma durante toda a offseason. Estou animado para ver o que ele pode fazer.

P: Como você conseguiu ajudar essa defesa a se transformar, de 2015 até agora, onde a defesa se tornou a força desse time?

Allen: Número um, acho que identificamos exatamente o que estamos procurando, e então encontramos os jogadores que se encaixam nesse esquema. Mas somos múltiplos o suficiente dentro de nosso esquema para que possamos ajustar algumas coisas para permitir que nossos jogadores possam fazer as coisas que eles fazem melhor. Ao invés de apenas selecionar jogadores e tentar encaixar um esquema em torno disso, meio que identificamos claramente: esse é o tipo de esquema que queremos executar, e esses são os tipos de jogadores que queremos dentro dele. O esquema é múltiplo o suficiente para que possamos ajustar dentro de um parâmetro maior. E então, é realmente apenas sobre mentalidade e cultura. Você prega mensagens repetidamente, e você tem os caras certos aqui que compram isso. (Mas) ninguém é bom sem muitos jogadores realmente bons, e nós temos muitos jogadores bons.

P: Quão difícil é encontrar os “múltiplos” jogadores?

Allen: Eles não são fáceis de encontrar, mas é mais fácil encontrar esses caras quando você sabe exatamente o que está procurando. E quando você define claramente o tipo de jogador que você está procurando, então eles se tornam um pouco mais fáceis de encontrar.

Traduzido de: neworleanssaints.com

Please follow and like us:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.