Mundo WhoDat

A casa do torcedor do New Orleans Saints no Brasil!

Dennis Allen explica as saídas dos técnicos da defesa e como ele os substituiu

BY TERRIN WAACK | Traduzido por Jéssica Costa

INDIANAPOLIS – Adeus aos antigos. Bem-vindo ao novo.

O New Orleans Saints deu as boas-vindas a três assistentes técnicos em sua equipe de defesa nesta offseason. Joe Woods chega como coordenador defensivo. Marcus Robertson é o técnico da secundária. Todd Grantham lidera a linha defensiva.

“Tivemos a oportunidade de contratar alguns caras com quem já trabalhei e tenho um ótimo relacionamento e também muito respeito em suas habilidades como técnicos”, disse Dennis Allen na quarta-feira no Combine da NFL.

Woods e Robertson trabalharam brevemente com Allen quando ele treinou o Las Vegas Raiders em 2014.

Woods passou os últimos três anos com o Cleveland Browns na mesma função que ocupa atualmente. Antes disso, por dois anos, ele também foi o coordenador defensivo do Denver Broncos. São cinco anos com esse título, agora em seis.

Woods e Robertson trabalharam brevemente com Allen quando ele treinou o Las Vegas Raiders em 2014.

Woods passou os últimos três anos com o Cleveland Browns na mesma função que ocupa atualmente. Antes disso, por dois anos, ele também foi o coordenador defensivo do Denver Broncos. São cinco anos com esse título, agora entrará em sua sexta temporada.

“Inteligente, detalhista, ótimo construtor de relacionamentos”, disse Allen. “Achei que era importante nessa posição, realmente criar esse tipo de vínculo entre treinador e jogador. Acho que muitas vezes as pessoas dizem: ‘Bem, ele é o treinador de um jogador’ e há essa conotação negativa de que ele é mole ou algo assim. Mas é realmente mais sobre ter um interesse pessoal em cada jogador, e acho que Joe faz um ótimo trabalho nisso.”

Robertson foi o técnico dos defensive backs do Arizona Cardinals nos últimos quatro anos.

Grantham é diferente dos outros dois contratados porque nunca trabalhou com Allen antes e está voltando para a NFL vindo do mundo da NCAA. Seu currículo inclui 11 anos trabalhando à nível profissional, chegando ao auge como coordenador defensivo, mas na última década o viu trabalhando em universidades. Ele foi analista de Alabama em 2022.

A experiência da faculdade é na verdade o que atraiu Allen para Grantham e por um bom motivo.

“Em um momento, você sente que os esquemas de jogo da NFL vão para as universidades e estou vendo o contrário”, disse Allen. “Esses esquemas vêm da faculdade e chegam à NFL. Ter um cara que viu isso, fez isso, experimentou isso no nível da universidade, essa experiência será valiosa para nós.”

Woods, Robertson e Grantham estão preenchendo os vazios deixados pelas saídas do técnico assistente dos defensive backs, Cory Robinson e dos coordenadores co-defensivos Ryan Nielsen (também técnico da linha defensiva) e Kris Richard (também técnico da secundária).

Robinson deixou seu contrato expirar e é um agente livre. Nielsen foi contratado pelo Atlanta Falcons e hoje atua como coordenador defensivo. Richard foi dispensado pelo Saints e ainda não foi para nenhum outro lugar.

“Ryan teve a oportunidade de ir e ser um coordenador defensivo”, disse Allen. “Acho que todo mundo aspira em algum momento ser capaz de subir de cargo. Você odeia perder bons treinadores, mas ainda assim estamos animado por ele ter essa oportunidade.

“Kris é um cara que acho um excelente treinador de futebol. Acho que provavelmente tivemos um pouco de diferença em como fazer as coisas e talvez alguma diferença de opinião em termos de pessoal e esse tipo de coisa. Apenas senti que era uma boa hora para seguir em frente, dar a ele uma oportunidade de seguir em frente também.”

Mesmo com os rostos novos e familiares, Allen manterá as funções de play-calling  da defesa em 2023.

Imagem de capa: AP Photo/David Richard

Traduzido de: nola.com

Please follow and like us:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.