Mundo WhoDat

A casa do torcedor do New Orleans Saints no Brasil!
Conhecendo nosso adversário: Atlanta Falcons

Conhecendo nosso adversário: Atlanta Falcons

Esperamos 11 semanas pra enfrentar o Falcons essa temporada, mas em compensação, essa rodada já tem jogo contra eles de novo. O que muda para esse Domingo?

Na teoria não muda muita coisa, mas a equipe da Geórgia (quatro vitórias e sete derrotas) vêm bem mais motivada que na primeira partida em que Taysom Hill e cia. destruíram as pobres galinhas. Digo isso, pois, a equipe deu aula para o Las Vegas Raiders semana passada, vencendo por 43 a 6 a equipe liderada por Derek Carr que vinha de uma boa temporada.

Isso também mostra a inconsistência desse time, que faz jogos bons mas, na maior parte da temporada, mais sofreu que teve sucesso. Então vou tentar dar um panorama do que pode-se esperar (ou não) dessa equipe estranha que vem em busca da terceira vitória seguida em casa.

ATAQUE
Matt Ryan. Foto de: Matt Becker via AP.

Se há duas semanas julgávamos esse ataque muito bom, 43 pontos semana passada ajudou na causa. Porém obviamente isso não apaga que nossa defesa os seguraram a apenas 3 FGs. Porém, estatisticamente falando, é a 10ª da liga em pontos por jogo com 26,8 de média, e a 11ª em jardas com 374,8 por partida.

O líder desse ataque é o autonomeado melhor QB da NFC Sul (risos) Matt Ryan. Mesmo não chegando nem perto disso, o jogador até vem em uma temporada com números OK. Apesar dos poucos touchdowns, 17, e um número considerável de interceptações com 8, possui um bom rating de 92.5.

O desempenho mediano não pode ser justificado por falta de alvos. Apesar de sofrerem com lesões, a equipe possui dois WRs que figuram entre os melhores da liga. Calvin Ridley lida com uma lesão no pé mas é certeza para a partida, o jogador é o líder em jardas (744) e touchdowns aéreos (7) recebidos pela equipe. Já a estrela Julio Jones é questionável para a partida com uma lesão na posterior da coxa. JJ coleciona 677 jardas e 3 TDs na temporada. Além deles, a equipe ainda conta com o bom Russell Gage, 471 jardas e 1TD, Christian Blake e Brandon Powell. Já entre os TEs, Hayden Hurst vêm em ótima temporada também, 459 jardas e 3 touchdowns. Seus reservas Jaden Graham e Luke Stocker aparecem às vezes nas partidas.

Chegando no jogo terrestre, a equipe pode contar com a volta de Todd Gurley que perdeu o último jogo, mas está questionável para Domingo. O jogador possui 610 jardas e 9 touchdowns na temporada. Entretanto, na sua ausência, Brian Hill e Ito Smith fizeram um bom trabalho. Hill tem 427 jardas totais na temporada e 1 TD, já Smith, na última partida foi responsável por 65 jardas e um touchdown.

Muitos não se atentam muito à linha ofensiva, mas é bom ficar de olho nela essa partida. Primeiramente porque o G James Carpenter está fora do jogo. Segundamente, e o mais importante, a última partida foi definida nas trincheiras, visto que os OITO sacks conquistados pelo Saints foi crucial para o desempenho incrível da defesa.

DEFESA
Deion Jones retornando interceptação feita no Derek Carr para touchdown. Foto de: AP Photo/John Bazemore.

A defesa do Atlanta Falcons ainda apresenta muitos problemas apesar da partida quase perfeita contra o Raiders semana passada. Forçar 4 fumbles e uma interceptação foi realmente algo fora da curva. Na temporada, a equipe é apenas a 27ª em jardas cedidas com a média altíssima de 391,7 por jogo. Já em pontos cedidos, é apenas a 17ª com 25,5 de média por confronto.

Começando pela linha defensiva, a equipe conta com Grady Jarrett e Charles Harris como os líderes em sacks com 3 cada. Dante Fowler Jr está questionável e possui 2 sacks na temporada. Além desses três destaques, Allen Bailey, Tuiot-Mariner, Steven Means e o ex-Saints Tyeler Davison fecham os principais jogadores dessa DL que não impressiona tanto.

O maior talento da defesa fica no grupo de linebackers. Aqui temos o líder em tackles no time Foye Oluokun com 74, o jogador vêm em ótima temporada e ainda tem uma interceptação e dois sacks. Seu companheiro é talvez a principal peça dessa defesa: Deion Jones. Velho conhecido que costuma se dar bem contra o Saints apesar de não ter feito um bom jogo na semana 11. Em compensação, teve a partida da temporada semana passada contra o Raiders e, na temporada em geral, possui 68 tackles, duas interceptações e 6,5 sacks. Esse front seven faz um bom trabalho estatisticamente falando contra o jogo terrestre, sendo a 6ª da liga cedendo uma média de apenas 100,3 jardas por partida.

O problema maior da defesa está na secundária. Não existe uma consistência entre os CBs, por isso é complicado até decifrar os titulares em si. Destaca-se o novato AJ Terrell com uma interceptação na temporada e que aparenta ser titular. Além dele, Wreh-Wilson possui duas interceptações e Darqueze Dennard uma. Fechando os CBs, Isaiah Oliver participa bastante também e Kendall Sheffield que costuma participar bastante dos jogos está questionável para o jogo. Dentre os safeties, apesar de perder o titular Domantae Kazee, a equipe ainda conta com, na teoria, dois bons nomes. Ricardo Allen (1 INT) e Keanu Neal (69 tackles) tinham tudo para montar uma boa dupla, mas sofrem mais que o esperado. Evidenciando isso em estatísticas, essa é a segunda pior da liga em jardas cedidas por partida com uma média de 291,5 jardas aéreas cedidas por jogo.

TIME DE ESPECIALISTAS
Younghoe Koo foi o jogador de time de especialistas do mês de novembro. Edição: Falconswire. Foto de: Danny Karnik/AP Photo.

Temos um grande destaque por aqui. O kicker Younghoe Koo é para muitos o melhor da temporada. Foi o jogador de Special Teams do mês de novembro na NFC e acertou 29 dos 30 chutes que tentou na temporada. Além dele, o retornador da equipe é Brandon Powell e os punts ficam na conta de Sterling Hofrichter.

Enfim, a partida desse Domingo (06) não deve ser tão fácil quanto a da semana 11. Enfrentaremos o Falcons na Geórgia, o gameplan com Taysom Hill não será mais tanta “surpresa” assim, e ninguém quer ser varrido em um clássico como esse. De qualquer forma, o Saints ainda possui um bom favoritismo na partida que ocorrerá às 15h, horário de Brasília, com transmissão da ESPN.

Imagem destacada: Grant Halverson/Getty Images.

Please follow and like us:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.