Mundo WhoDat

A casa do torcedor do New Orleans Saints no Brasil!

Gayle Benson e o futuro plano de sucessão para manter Saints e Pelicans em Nova Orleans

A proprietária do New Orleans Saints e do Pelicans, Gayle Benson, e funcionários da equipe revelaram os planos de sucessão de longo prazo das equipes em detalhes pela primeira vez na quarta-feira, dizendo ao The Times-Picayune e à WVUE-TV que ambas seriam vendidas com o objetivo de manter as equipes em Nova Orleans e distribuindo o dinheiro da venda para instituições de caridade.

O acordo, que foi aprovado pela NFL, é semelhante ao que aconteceu depois que o proprietário do Buffalo Bills, Ralph Wilson, morreu em 2014 e a equipe foi vendida mais tarde para Terry e Kim Pegula.

Benson, 74, e o presidente dos Saints, Dennis Lauscha, que serviria como executor de seu espólio, disseram que a receita seria distribuída para instituições de caridade que beneficiam o povo de Nova Orleans, incluindo as áreas de educação, saúde, artes e ciências e causas humanitárias.

Um oficial de Saints e Pelicans confirmou os detalhes do plano à ESPN.

“Não posso levá-lo comigo”, disse Benson, que substituiu seu falecido marido Tom Benson como proprietária em 2018 e não tem herdeiros próprios. “Deus nos dá presentes, e isso é um presente. Eu sou uma administradora desta [organização]. E ajudamos outras pessoas com isso. Meu desejo é espalhar todos os bens e dons que Deus e Tom me deram nesta cidade e comunidade.”

De acordo com as informações, a decisão de distribuir os recursos para instituições de caridade locais teve origem quando Tom Benson ainda era o proprietário. A questão da sucessão de longo prazo tem sido uma curiosidade desde que Tom revelou em 2015 que queria deixar suas franquias para Gayle, com quem se casou em 2004, em vez de sua filha e netos. Isso desencadeou uma amarga disputa legal nos dois anos seguintes e terminou com um acordo privado.

Um dos motivos pelos quais o plano de sucessão tornou-se relevante hoje é porque o Saints está envolvido em negociações de longo prazo com o estado de Louisiana e o Caesars Superdome, cujo contrato vai até 2025.

Lauscha disse que uma extensão do aluguel amarraria o Saints a New Orleans a longo prazo, mesmo se a propriedade mudasse de mãos, porque a NFL tem uma política contra times que violam um contrato de aluguel para trocar de mercado. Lauscha também disse que um contrato de arrendamento favorável tornaria mais atraente para um futuro proprietário querer ficar em Nova Orleans.

“Quero ter certeza de que manteremos as equipes aqui”, acrescentou Benson. “Eu quero que eles fiquem em Nova Orleans para sempre.”

Traduzido de: espn.com

Please follow and like us:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.