Mundo WhoDat

A casa do torcedor do New Orleans Saints no Brasil!
Michael Thomas está pronto para retomar de onde parou

Michael Thomas está pronto para retomar de onde parou

Por John DeShazier | Traduzido por Thais May Carvalho

“Sinto que o bom deste jogo é que você pode se mostrar no domingo, e mal posso esperar por isso”.

Michael Thomas diz que há mais.

Muito mais.

Então, na quarta-feira, no vestiário do New Orleans Saints durante a conversa com a mídia, quando o recebedor disse: “Estou tentando superar isso”, e ele estava falando sobre sua temporada recorde de 2019, foi um bocado, já que os Saints se preparam para a abertura da temporada regular contra os Falcons no Mercedes-Benz Stadium no domingo, em Atlanta.

Thomas mal considera as temporadas de 2020 e 2021. Ele perdeu toda a última temporada com problemas no tornozelo decorrentes de 2020, quando jogou em sete jogos, sendo cinco como titular, mas claramente não foi o Michael Thomas que puniu as defesas em suas primeiras quatro temporadas da NFL, com 470 recepções para 5.512 jardas e 32 touchdowns, o que veio com um recorde da liga de 149 recepções para 1.725 jardas (recorde do time) e nove touchdowns em 2019, quando foi nomeado Jogador Ofensivo do Ano da NFL.

“No final das contas, a única coisa que aprendi é que o jogo não muda”, disse Thomas. “Pode haver novos jogadores entrando, pode haver novos treinadores, mas o jogo não muda”.

“Trata-se de criar separação, ficar aberto, fazer a jogada, competir, ser físico e essas coisas das quais me orgulho. Essas coisas em que trabalho todos os dias, então gosto das minhas chances quando a bola chega ou quando meu número é acionado, fazendo a jogada e aproveitando todas as oportunidades. Estando focado, sinto que o céu é o limite”.

“Sinto que, e não quero entregar nada, só quero continuar fazendo o que estou fazendo. Acredito no meu talento, apenas acredito em mim mesmo. Acredito no meu jogo e no meu trabalho. Sinto que o bom deste jogo é que você pode se mostrar no domingo, e mal posso esperar por isso”.

Thomas treinou de forma limitada na quarta-feira enquanto se recupera de uma lesão no tendão, mas durante a parte do treino que a mídia pôde ver, ele parecia estar a toda velocidade nos exercícios.

“Ele parecia bem”, disse o técnico Dennis Allen. “Estamos trabalhando em seu retorno, mas vamos ver onde estamos. Foi outro passo para trazê-lo de volta”.

“Vamos descobrir (sobre a disponibilidade no domingo)”, disse Thomas, sorrindo. “Quero dizer, eu sinto que esse é o objetivo. Eu me sinto ótimo, acho que tive um ótimo dia. O treinador prega sobre vencer a semana a cada dia, então acho que posso pensar na quarta-feira e ficar ansioso para vir aqui pensando na quinta-feira”.

Enquanto isso, os companheiros de equipe podem começar a pensar no que significa ter Thomas no huddle pela primeira vez desde 17 de janeiro de 2021, quando New Orleans perdeu para Tampa Bay no jogo divisional da NFC nos playoffs.

“Estamos empolgados por tê-lo de volta”, disse o quarterback Jameis Winston, que, em seu primeiro ano como titular dos Saints, na temporada passada, nunca teve a oportunidade de lançar para Thomas antes de sofrer sua própria lesão no sétimo jogo, contra Tampa Bay. “Ele está em uma longa jornada, mas uma coisa que eu sempre admirei no Mike é o competidor e a resiliência que ele possui. Acho que é isso que o torna tão bom quanto ele é, e ele está na elite”.

Traduzido de: neworleanssaints.com

Please follow and like us:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.