Mundo WhoDat

A casa do torcedor do New Orleans Saints no Brasil!

Relembrando confrontos históricos: Saints vs Falcons

Uma nova temporada está chegando e com ela também chega um novo quadro aqui no Mundo Who Dat: Relembrando confrontos históricos. O objetivo do quadro é, a cada semana, refrescar nossa memória com algum jogo histórico disputado contra a equipe que enfrentaremos naquela rodada.

Como nosso primeiro confronto do ano já é contra o nosso rival de divisão Failcons (ops, erro de digitação rs), começaremos esse quadro relembrando da partida mais memorável dessa rivalidade, e talvez também uma das mais relevantes de toda nossa história.

Sim, eu estou falando do fatídico jogo de 25 de Setembro de 2006 (você pode assistir ao jogo completo no Youtube), a volta do Saints ao Superdome depois de um ano jogando longe de seu estádio devido à destruição causada na época pelo furacão Katrina.

E por quê podemos dizer que esse é um dos jogos mais relevantes de nossa história? Primeiramente, por conta de uma sequência longa de temporadas anteriores decepcionantes, além do fator já citado no parágrafo anterior, haviam fortes rumores na época de que o time poderia ser realocado definitivamente para a cidade de San Antonio no Texas, onde mandamos três jogos durante a temporada de 2005. A vitória nessa partida pode ter sido um dos principais fatores que impulsionaram a surpreendente campanha de 10-6 que nos deu o título da divisão e eventualmente convenceu Tom Benson em manter o time na sua cidade original.

Segundo, o jogo também marcou uma das jogadas mais icônicas da história do New Orleans Saints e talvez de toda a história da NFL. Steve Gleason, na época um mero safety reserva, bloqueou um punt ainda no primeiro quarto da partida que resultou em um touchdown marcado por Curtis DeLoatch. O lance incendiou a torcida nas arquibancadas e ajudou a abrir caminho para o time a chegar ao triunfo daquela tarde. Steve foi posteriormente diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica e se tornou um símbolo de perseverança para todos por sua batalha incansável contra essa doença que já dura quinze anos (assista ao documentário sobre Gleason no Prime Video).

Depois dessa contextualização histórica sobre a importância da partida, vamos aos fatos ocorridos naquela tarde no Superdome. Como já mencionamos, o Saints abriu o placar da partida com o TD marcado por DeLoatch, mas sofreu a resposta logo depois com um Field Goal marcado por nosso lendário ex-kicker Morten Andersen, que havia se transferido para nossos rivais de divisão.

Entretanto, o momento da partida ainda era todo do Saints, e isso ficou comprovado pelo touchdown anotado numa corrida de 11 jardas de Devery Henderson ainda no primeiro quarto, deixando o jogo 14-3. A partir daí, Michael Vick e seu ataque não conseguiram anotar mais nenhum ponto até o final da partida, e New Orleans aumentou sua vantagem com 3 field goals anotados pelo kicker John Carney, sendo dois no segundo quarto e um no terceiro para fechar o placar de 23-3.

Esperamos que nesse domingo possamos ter um jogo tão histórico e tão fácil como esse de 2006 contra nossos arquirrivais.

Please follow and like us:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.