Mundo WhoDat

A casa do torcedor do New Orleans Saints no Brasil!

O Punter Blake Gillikin aprendeu muito em sua temporada com Thomas Morstead

O punter do New Orleans Saints, Blake Gillikin, retorna a New Orleans para sua segunda temporada na NFL. O atleta vindo de Penn State passou a temporada de 2020 aprendendo com um dos maiores jogadores de todos os tempos do Saints, Thomas Morstead, que foi dispensado nesta temporada.

“Vir como um novato e ter um veterano como ele realmente ensina a ser um profissional”, disse Gillikin durante sua entrevista no minicamp para a mídia local. “Não só no campo, mas na vida, fora de campo e na comunidade. Passar um ano com Thomas (Morstead) foi inestimável para mim. Aprendi muito com ele. Passar um ano inteiro com ele, praticar todos os dias, exercitar-me com ele todos os dias foi algo que aprendi que levarei ao longo da minha carreira e da minha vida. Tentar substituir um cara como ele se resume a apenas tentar me concentrar em mim mesmo. Sendo a melhor versão de mim que posso ser. Basta pegar o que ele me ensinou e colocar em ação no campo… Ainda assisto a vídeos dele em nosso sistema e me lembro de como uma lenda joga. Eu levo isso todos os dias para o que faço e tento ser tão ‘repetitivo’ quanto ele.”

Morstead tinha muitos elogios para o punter de 1,88m e 89kg.

“Blake (Gillikin) é um jovem muito talentoso e tem um futuro brilhante”, disse Morstead em uma entrevista durante a temporada de 2020. “Acho e espero que ele tenha tido uma boa experiência treinando ao meu lado e competindo comigo. Tentei lhe ajudar, dei informações e experiências que aprendi porque as pessoas fizeram isso por mim quando eu era um jogador novato. Portanto, é meio complicado quando você está competindo com alguém por uma vaga, mas é o que sempre tive em mente que faria quando estivesse nessa situação, então tem sido bom.”

Gillikin cresceu com muita competitividade e está abraçando a competição contra o punter novato Nolan Cooney neste training camp. Gillikin também pretende transmitir as valiosas ideias e técnicas que aprendeu com Morstead na temporada passada.

“Eu cresci com um irmão gêmeo, então a competição meio que vive dentro de mim”, disse Gillikin. “Nós competimos em tudo enquanto cresciam. Escola, resultados do SAT, esportes, faculdade – você escolhe, nós fizemos as mesmas coisas enquanto crescíamos. Então competir é o que eu tenho feito há muito tempo. Competir traz o que há de melhor em você, então jogar ao lado do Nolan tem sido ótimo. Ter outro cara para trocar ideias, ajudar, meio como Thomas me ajudou, só que com um pouco menos de experiência por trás disso. Estou apenas tentando ajudá-lo tanto quanto eu posso. Dei a ele tanto quanto eu aprendi no ano passado. É ótimo tê-lo aqui e ansioso por competições futuras também.”.

Cooney assinou com New Orleans como um agente livre não draftado de Syracuse após o draft de 2021 da NFL. Em 2020, Cooney teve uma média de 44,8 jardas por punt, que o classificou em 15° no país e o melhor na história de Syracuse.

“Tanto Blake quanto Nolan (Cooney) são ótimos holders“, disse o coordenador das equipes especiais, Darren Rizzi, durante sua entrevista para a mídia no minicamp. “Blake tem uma situação única. O irmão gêmeo de Blake era o long snapper titular em Northwestern. Essa é uma situação única, você ser punter e holder, enquanto tem um irmão gêmeo em casa que é um long snapper, isso pode ter ajudado muito em seu desenvolvimento. Por outro lado, Nolan Cooney era titular em Syracuse, ele foi atleta de três esportes diferentes com boas mãos. Ambos estão familiarizados com o trabalho.”

Traduzido de: neworleanssaints.com

Please follow and like us:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.