Mundo WhoDat

A casa do torcedor do New Orleans Saints no Brasil!
Training Camp dia 2: principais observações

Training Camp dia 2: principais observações

Geral: o Saints treinou em local coberto por aproximadamente 90 minutos. O time realizou varias atividades de 11 contra 11, com um período dedicado a jogadas de corrida e outro para jogadas de passe.

Cornerback Tino Ellis, TE Josh Hill, OL Andrus Peat e LB Anthony Chickillo não treinaram.

Quarterbacks: O ataque pareceu bem melhor hoje, pois a linha conseguiu fornecer tempo suficiente aos QBs, os quais conseguiram lançar a bola. A melhora foi perceptível.

No geral, Brees acertou 5 de 9 passes durante as atividades. Dois passes foram curtos e o outro foi um screen. A cobertura durante o treinamento estava muito boa.

Brees tentou alguns passes longos. Em uma oportunidade ele utilizou força excessiva em um passe longo para Jared Cook, e quase foi interceptado por Marcus Williams. Depois ele falhou em outro passe para Adam Trautman que estava sendo marcado por ninguém menos que Marshon Lattimore. O terceiro erro aconteceu quando ele tentou outro passe longo para Cook que foi desviado pelo safety J.T. Gray.

Curiosamente, Taysom Hill trabalhou como o QB reserva do time, e James Winston teve um treinamento reduzido. Hill realizou alguns improvisos e mostrou a sua incrível habilidade atlética com suas pernas. Passando a bola, ele acertou 4 de 6 passes. Um dos erros aconteceu devido a um drop de Alvin Kamara e outro passe que foi, aparentemente, desviado na linha de scrimmage. Winston foi 1 de 2.

Adam Trautman: Não existem muitas questões sobre as habilidade atléticas de Trautman. O jogador que já jogou basquete, sabe se movimentar bem e mostrou suas habilidades durante a universidade. O que ele realmente precisa mostrar é que possui habilidades para bloquear bem. Os primeiros sinais parecem bons, pois durante três jogadas, ele conseguiu bloquear com sucesso Marcus Davenport, Alex Anzalone e depois conseguiu facilmente bloquear outro DB. São poucas jogadas, mas ele foi bem durante esse período.

Se Trautman conseguir bloquear bem, ele será uma ótima adição para o ataque e o Saints não precisará esconder o jogador.

Center: Mais uma vez, Erik Mccoy foi o center titular durante o treinamento. Se a ideia era colocar Cesar Ruiz para se adaptar a posição, o Saints não está mostrando urgência com essa ideia. Existe um questão de “química” quando se joga na linha ofensiva. O center e o QB precisam estar na mesma sintonia, e isso não é fácil. Além de ter o fato que o guard e o tackle precisam ter uma sintonia que se torne natural. Então, se Ruiz for jogar como center, ele não está criando sintonia com Brees, e McCoy não está criando química com o right tackle.

Outro fato interessante é que Ruiz está se acostumando com as chamadas e os “audibles“, mas ainda não há a pressão sofrida sobre quem realiza o snap. Com os treinamentos reduzidos, é importante ressaltar que não há espaço para tempo perdido ou para erros. Talvez o time esteja deixando Ruiz se acostumar bem antes dele se tornar um center. Vai ser possível saber mais sobe esse mistério conforme os treinos forem acontecendo e sobre o que o nosso técnico da linha ofensiva, Dan Roushar, irá esclarecer.

Safety: Os safeties do Saints conseguem cobrir uma área terrestre grande. Marcus Williams já possui um alcance de elite, e o time consegue cobrir uma área ainda maior, quando joga com dois safeties. Sendo que Malcom Jenkins fica responsável por cobrir a outra parte do campo.

Os momento são bem breves, e nós só conseguimos vê-lo em 20 snaps até agora, mas é possível perceber que ambos estão conseguindo forçar os QBs a realizarem outras leituras de rotas. Lattimore e Janoris Jenkins também estão contribuindo nesse aspecto.

Tommy Stevens: Stevens terá um certo trabalho pela frente, já que está trocando de posição, de QB para tight end (TE). Ficou visível que não é um trabalho fácil, quando em algumas jogadas de corrida, ele não conseguiu realizar os bloqueios e parecia “cru”.

Depois, ele lembrou a todos o motivo de ainda estar ali, quando ele conseguiu uma boa recepção contra o LB Nigel Bradham, que estava fazendo uma bela marcação. Stevens tem muito trabalho pela frente, mas a sua combinação de tamanho com habilidade atlética pode torná-lo um TE formidável.

DESTAQUES: Janoris Jenkins tem sido um dos destaques nesses dois primeiros dias. As batalhas dele contra Emmanuel Sanders têm sido bem interessantes. Ele se enfrentaram durante treinamentos de 1 contra 1 na segunda, e quarta ele conseguiu desviar um passe em uma rota cruzada de Sanders, durante os treinamentos da equipe. Mais tarde, Sanders conseguiu uma recepção. Sanders também conseguiu outra recepção em uma rota screen, quando o ataque estava indo contra a defesa reserva.

As coberturas realizadas por Lattimore e Janoris Jenkins durante os primeiros dias têm sido impressionantes. Quando Brees estava indo contra os titulares, não conseguiu muita coisa, e ambos seus passes foram para a lateral. Suas habilidades de jogar pressionando muito fisicamente, e fazendo ótimas coberturas, é o que tem permitido a defesa jogar tão bem nesses primeiros dias de treinamento.

Times especiais: Thomas Morstead pareceu muito bem em suas atividades, e continua sólido como sempre, mesmo o treino acontecendo em área coberta. Will Lutz treinou alguns field goals, e acertou 4 de 5; é quase automático. Acredito que ele não pense muito em seus erros, pois ele vem jogando muito bem nessas últimas temporadas. Mas se começar a errar, aí sim as coisas podem começar a sair do eixo. 

Zack Baun: Baun é um trabalho em progresso. O calouro LB tem as suas ferramentas. Ele se movimenta bem, é rápido, explosivo e pode pressionar bem o QB adversário. Depois de dois dias de treino, é fácil perceber o motivo de o time gostar dele. Aconteceram bons momentos nesses dois primeiros dias, mas também deu pra ver que ele ainda está um pouco cru. Baun irá ver o que ele precisa ver, mas tem momentos em que demora um pouquinho para conseguir assimilar a jogada. Aconteceu no primeiro dia em uma jogada contra Ty Montgomery, e no segundo dia, duas outras jogadas também.

O sucesso virá com mais repetições, pois Baun precisa ficar confortável com a posição, e quando isso acontecer, ele conseguirá ajudar bem o time.

Para concluir, Ty Montgomery parece muito explosivo, e Sean Payton pode utilizá-lo bem durante os jogos. Ryan Ramczyk teve folga na maior parte do dia. Ver Winston lançar a bola é algo interessante, sua mecânica é bem interessante.

Traduzido de: nola.com

Please follow and like us:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.