Mundo WhoDat

A casa do torcedor do New Orleans Saints no Brasil!

Dennis Allen pretende ‘criar seu próprio legado’ em New Orleans

A continuidade é uma das principais razões pelas quais os Saints promoveram o coordenador defensivo Dennis Allen para substituir o técnico Sean Payton.

E a cultura vitoriosa estabelecida na equipe é uma das principais razões pelas quais Allen disse que se sente mais preparado para ter sucesso em sua segunda passagem como treinador principal da NFL do que quando foi contratado pela primeira vez como treinador dos Raiders há 10 anos.

No entanto, Allen, de 49 anos, insistiu durante a entrevista coletiva introdutória de terça-feira (08/02) que planeja “dar sua própria cara” no time agora que está substituindo seu chefe de longa data.

“Quero tirar as lições que aprendi, quero construir sobre essas lições e quero criar meu próprio legado aqui com o New Orleans Saints”, disse Allen, que acrescentou que a lição número 1 que ele aprendeu ao longo de sua carreira de treinador – incluindo sua passagem de 8-28 com os Raiders – é que “você tem que fazer do seu jeito e você tem que ser você mesmo”.

Allen certamente deixou sua marca com uma defesa que se tornou a força do Saints nos últimos anos. Eles ocupam o quarto lugar na NFL em ambas as jardas permitidas e pontos permitidos nas últimas três temporadas. E eles se tornaram o primeiro time em 15 anos a segurar Tom Brady a 0 pontos em Dezembro, quando Allen atuou como treinador interino enquanto Payton foi afastado pela COVID-19.

“Nós o selecionamos por causa de suas habilidades de liderança, por causa de suas habilidades de ensino, por causa de sua perspicácia no futebol americano. E, francamente, ele é um treinador muito bom”, disse o gerente geral Mickey Loomis.

Allen e Loomis disseram que, embora a entrevista de Allen para o cargo tenha durado cerca de 6 horas e meia, ele realmente foi avaliado para o cargo por “12 dos últimos 16 anos” desde que chegou como assistente técnico de linha defensiva na equipe original de Payton, em 2006.

A proprietária Gayle Benson observou que Allen chegou a Nova Orleans em um momento “quando muitos outros estavam indo para outro lugar” depois que o furacão Katrina devastou a cidade.

Allen não anunciou nenhum plano imediato para quem contratará como coordenadores – embora tenha sugerido que pode continuar a chamar suas próprias jogadas, já que “é difícil entregar seu bebê”.

Não está claro se o coordenador ofensivo de longa data Pete Carmichael Jr. manterá seu cargo. No entanto, Allen sugeriu que não está planejando uma mudança em atacado na equipe. E ele disse: “Não vejo o ataque sendo executado de maneira muito diferente do que conseguimos fazer no passado” fora de alguns possíveis “ajustes”.

“Acho que uma das coisas únicas sobre este trabalho é que não foi um trabalho quebrado. Este é um trabalho desejável. Este é um trabalho que tem uma base e uma cultura vitoriosa que já foi construída”, Allen disse. “Eu não vejo isso como algo em que precisamos ter uma enxurrada de mudanças.”

Allen também não estava pronto para anunciar os planos da equipe para com a posição de quarterback – embora tenha reconhecido prontamente: “Acho que é a decisão mais importante que teremos que tomar”.

Os Saints certamente poderiam tentar trazer de volta o agente livre Jameis Winston, que fez 5-2 como titular na última temporada antes de romper o ligamento cruzado anterior. Mas eles provavelmente considerarão negociações e outras opções de agentes livres também, já que essa posição é uma prioridade tão alta.

Allen também falou sobre o wide receiver Michael Thomas, que parece ainda ser uma grande parte dos planos da equipe depois de perder toda a temporada passada com uma lesão no tornozelo.

“Eu sei que ele está trabalhando muito duro para se recuperar e estar pronto para recomeçar”, disse Allen à WWL Radio. “Ele está realmente comprometido com a temporada e ansioso para a nova temporada.”

Allen também foi questionado sobre a prisão de Alvin Kamara no domingo [do Pro Bowl] por uma acusação de agressão em Las Vegas, que será uma questão chave para a equipe monitorar nas próximas semanas e meses. A próxima data para Kamara comparecer ao tribunal está marcada para 8 de março.

“Acho que é muito cedo para qualquer tipo de comentário”, disse Allen. “Temos que reunir todas as informações antes de fazermos qualquer tipo de comentário sobre isso.”

Traduzido de: espn.com

Please follow and like us:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.