Mundo WhoDat

A casa do torcedor do New Orleans Saints no Brasil!
Os Saints finalmente colocaram o LB Zack Baun para atacar o QB. E ele está voando.

Os Saints finalmente colocaram o LB Zack Baun para atacar o QB. E ele está voando.

BY MATTHEW PARAS | Traduzido por Leonardo Mendonça

Algumas semanas atrás, Zack Baun teve a chance de fazer algo que ama – uma tarefa que ele não teve muita chance de fazer desde a época da faculdade.

O New Orleans Saints, em busca de ajuda na pressão ao quarterback, transferiu o linebacker para trabalhar junto com a linha defensiva do time.

Baun, um pass rusher em tempo integral em Wisconsin, agradeceu o retorno às suas raízes.

“É onde me sinto mais natural”, disse Baun, “e onde sinto que consigo realmente contribuir”.

A naturalidade de Baun como pass rusher não apenas levou à contribuição que New Orleans esperava, mas também permitiu que a escolha da terceira rodada do draft de 2020 causasse seu maior impacto desde que chegou ao Saints. No domingo passado (vs Carolina Panthers), Baun jogou vinte e quatro snaps na nova posição – o recorde de sua carreira – e embora não tenha tido um sack, conseguiu duas pressões, além de ter derrubado e apressado o QB adversário, uma vez cada. Na semana anterior, o jogador de 26 anos havia registrado o primeiro sack de sua carreira profissional ao derrubar o quarterback do Detroit Lions, Jared Goff.

A produtividade não deveria ser uma surpresa. Em Wisconsin, Baun teve quinze sacks – dos quais doze e meio vieram durante sua última temporada. O Saints draftou Baun com a intenção de torná-lo um off-ball linebacker, mas Baun estava confiante de que ainda poderia ser eficaz se os Saints pedissem para ele ir atrás do quarterback.

Este mês, os Saints finalmente pediram.

Cam Jordan se machucou, o veterano Jason Pierre-Paul partiu para Miami e o pass rush dos Saints, ainda por cima, era um dos grupos menos produtivos da liga. Então, precisando de uma faísca, os Saints recorreram a um linebacker de um metro e noventa, considerado pequeno demais para ser um defensive lineman em tempo integral.

“Quando tiramos o quarterback da posição de conforto, e o quarterback sai do pocket, (Baun) tem a velocidade e a capacidade atlética para forçar o QB a jogar a bola fora ao invés de fazer um scramble”, disse o técnico do Saints, Dennis Allen. “Ter um pouco mais de capacidade atlética tem sido benéfico para nós em termos de tentar apressar o passador.”

Mesmo assim, Allen ainda parece cético que Baun poderia jogar regularmente numa DL da NFL. O técnico disse que o tamanho de Baun tornaria “difícil” ser um defensive lineman em tempo integral, especialmente quando solicitado a parar a corrida. E embora o Saints esteja fazendo com que Baun trabalhe na linha defensiva, o veterano ainda passa as quartas-feiras treinando e se reunindo com os linebackers.

Mas o que falta a Baun em tamanho, ele consegue compensar com velocidade e técnica. Ao sackar Goff, por exemplo, Baun só chegou ao quarterback por causa da maneira como ele foi capaz de derrotar Penei Sewell, OL dos Lions, na lateral da linha. Para isso, Baun enganou Sewell curvando-se até passar abaixo de seu braço, fazendo com que ele caísse no chão.

Foi uma jogada e tanto, que Baun disse ter aprendido ao assistir vídeos de jogos anteriores antes do confronto. Durante a semana, Baun se animou ao perceber como o edge rusher do New England Patriots, Josh Uche, venceu Sewell com um movimento semelhante em um jogo da temporada passada.

Baun conhece bem Uche. A dupla treinou junta durante o processo de pré-draft em Phoenix, disse Baun. E o jogador dos Saints disse que vê muitas similaridades em seus jogos porque ambos são pequenos para a posição.

“Mandei para ele depois”, disse Baun, referindo-se a um clipe da jogada. “Foi idêntico.”

Descobrir como – e quando – implantar essas técnicas é o que Baun gosta na “arte” do pass rush. Contra Sewell, Baun esperou para tentar ir por baixo, e optou por um power move nas primeiras vezes. Quando isso não funcionou, ele disse que sabia que poderia enganar Sewell erguendo as mãos para o alto.

Depois de dois jogos, Baun disse que está começando a gostar de ser um pass rusher novamente. Mas, na verdade, é algo que ele nunca abandonou totalmente.

Baun passa parte de sua off-season aprimorando suas habilidades de pass rush, apenas para se manter afiado. Ele até fez ajustes: Baun diz que na faculdade ele atacava o QB com o pé de dentro para cima, mas desde então mudou para o de fora.

“Sempre estive aberto a isso”, disse Baun sobre ser um pass rusher. “Nunca foi algo que eu tenha evitado.”

Imagem de capa: New Orleans Saints linebacker Zack Baun (53), New Orleans Saints linebacker Ty Summers (42) and New Orleans Saints safety J.T. Gray (48) tackle Carolina Panthers running back Raheem Blackshear (3) during the first half of an NFL football game at the Caesars Superdome in New Orleans, Sunday, Dec. 10, 2023. (Photo by Sophia Germer, The Times-Picayune)

Traduzido de: nola.com

Please follow and like us:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.